O que é um funil de vendas e para que é útil?

Hoje vamos falar um pouco sobre o que é um funil de vendas e para que ele é útil, pois se você está no marketing digital há muito tempo, talvez já tenha ouvido ou saiba um pouco sobre ele.

Mas, por outro lado, se você é novo neste mundo, talvez seja um tópico desconhecido para você.

Portanto, vamos ajudá-lo a expandir todos os seus conhecimentos sobre funis de vendas, que também são conhecidos como funis de conversão ou funis de marketing.

O que é um funil de vendas e para que é útil
Escrito por

Este posto também está disponível em: English Español Deutsch Italiano Português Français Русский 日本語

Tabela de Conteúdos

O que é um funil de vendas?

Para entender o que é um funil de venda, devemos começar por definir o que é um funil de conversão, também conhecido como um funil de venda.

O funil de vendas é uma ferramenta ou uma estrutura onde há passos que um usuário ou um potencial cliente em potencial dá para se tornar um cliente de nosso serviço ou produto.

Para deixar as coisas mais claras, vamos dizer um exemplo: Quando uma empresa especializada no mercado de informática, terá um funil de conversão que começará a partir das campanhas publicitárias que são realizadas, seja em redes sociais.

Em seguida, passando pelo processo de educação sobre o produto ou serviço para as pessoas que vieram através de publicidade que foi feita em redes. E terminará com as pessoas que, após o processo de educação, decidiram comprar o produto na loja online, que, neste exemplo, seria o computador.

Dados de vendas
Gráfico de vendas

Para que serve o funil de venda?

Já lhe falamos um pouco sobre o que é o funil de vendas, mas agora lhe diremos para que serve o funil de vendas para que você possa entender um pouco mais sobre a importância de implementá-lo em seu negócio.

Construindo confiança

Uma das principais chaves para vender na web é que você tem que ter confiança. Vender um produto Hight Ticket a um grupo específico de pessoas que não nos conhecem é muito complicado.

Para isso, a primeira coisa a fazer é ganhar a confiança dos potenciais clientes e mostrar-lhes que somos uma grande referência no sector em que estamos. Podemos conseguir isto com o funil de vendas.

Transformar estranhos em clientes

Eis um facto que o vai ajudar muito: 75% dos potenciais clientes não estão prontos para comprar. O que é que isto significa? Que se mostrarmos os nossos anúncios de vendas a pessoas que ainda não estão prontas, podemos conseguir o oposto do que queremos.

Outro fato importante é que 80% das pessoas tendem a abandonar os sites sem ter tomado nenhuma medida. Portanto, você precisa criar um impacto para finalizar a decisão de compra dos clientes.

Aumento do volume de negócios

Quando criarmos um funil de vendas bastante eficaz, teremos mais elementos do que você pensa. Mas mesmo assim, para que o funil se torne rentável, ele deve ter um front-end e um back end.

Em outras palavras, ofertas que são visíveis e também outras ofertas que não são tão visíveis até que o cliente dê uma série de passos. Isto nos permitirá oferecer produtos complementares e relacionados com o produto principal.

Como funciona um funil de vendas?

O funil de vendas funciona com um processo de conversão de um potencial cliente para um cliente principal e, finalmente, para um cliente.

Isto torna-a uma ferramenta de marketing muito importante.

Agora vamos explicar qual é o processo de conversão de um produto ou serviço que estamos a oferecer.

Depois explicaremos quais são as fases do funil de vendas:

Primeira fase: Obter perspectivas

Esta primeira fase do funil de vendas vai começar com a procura de potenciais clientes. Para isso, devemos ir em direção às pessoas que não conhecem o produto que estamos oferecendo, chamaremos este tipo de pessoas de “tráfego frio”.

Agora, a fim de convertê-los em prospectos, devemos realizar uma campanha no Facebook dirigida principalmente às pessoas com este tipo de tráfego e que sentem interesse pela tecnologia.

Dentro da publicidade que faremos ao público de tráfego frio que fazemos através da rede social Facebook, é melhor usar um link para uma página de destino ou página de destino, que tem a função de hospedar pessoas que vêm através da publicidade e deixam dados.

Esta primeira fase do funil de venda terminará quando o potencial cliente chegar à página de desembarque, o que pode despertar o desejo de consumir o produto.

Segunda fase: pistas, pistas e ainda mais pistas.

Todas as pessoas que entrarem na página de desembarque se tornarão potenciais clientes porque têm um certo interesse no nosso produto ou serviço.

E quando as pessoas deixam os seus dados, elas tornam-se automaticamente líderes.

As pistas são, basicamente, todas as pessoas que se registram na página de desembarque.

Dentro do funil, o próximo passo é classificar e filtrar todas as pistas.

A primeira coisa a fazer é começar com o processo educativo de todas as pistas que chegaram após a campanha publicitária.

Terceira fase: MQL

Para passar para a terceira fase do funil de venda, é necessário filtrar todas as pistas.

Isto pode ser feito através de um tipo de formulário, onde os leads podem fornecer ainda mais dados.

Quando os contatos deixam mais dados eles se tornam Leads Qualificados para Marketing (MQL). Desde que demonstraram um certo interesse no nosso produto ou serviço.

Uma vez identificados como MQLs, é hora de passar para a próxima fase que procurará o senso de urgência por parte dos líderes.

Quarta fase: SQL

Para a quarta fase, você tem que procurar as pistas que realmente têm a intenção de querer comprar os produtos ou serviços que você oferece.

Para fazer isso, você tem que implementar ações que lhe permitirão saber quais pistas se encaixam melhor nesta descrição.

Isto pode ser feito gerando um senso de urgência, ou seja, gerando uma razão pela qual o produto ou serviço deve ser consumido imediatamente.

Esta nova lista que criamos é chamada de Sales Qualified leads (SQL).

Nesta quarta fase o que procuramos é despertar o sentimento de desejo das pessoas pelo produto ou serviço que estamos oferecendo.

Referências

Mais sobre Digital Business.