Carlos-barraza-logo-50

Mentalidade empresarial: Como crescer perante a adversidade?

A mentalidade de um empreendedor já começou a ser avaliada, e não é segredo que muitos deles são as pessoas mais bem sucedidas no seu sector.

Conheça as importantes características empresariais que o ensinarão a crescer perante as adversidades, lendo-nos até ao fim.

entrepreneurial mindset
Escrito por
Tabela de Conteúdos

O que é uma mentalidade de empreendedor?

Existem muitas definições diferentes para a mentalidade de um empreendedor, mas a forma mais comum de a descrever é a seguinte: uma pessoa que desenvolve e lança novos produtos e tem como objetivo aprender e crescer continuamente.

Isto significa que uma mentalidade empreendedora deve estar sempre a fazer perguntas, a pesquisar novas oportunidades e a experimentar coisas novas.

Uma mentalidade empreendedor é a capacidade de sonhar em grande e de correr riscos. Para ser bem sucedido, precisa de se concentrar no que quer que a sua vida seja no futuro. A melhor maneira de o fazer é imaginar uma versão melhor de si próprio.

Por exemplo, se está atualmente desempregado, imagine que é um empresário de sucesso que tem muito dinheiro poupado com a venda da sua empresa. Se já é casado e tem filhos, imagine-se novamente solteiro e com liberdade.

Em seguida, partilhamos algumas características da mentalidade empresarial que podem ser encontradas em empresários de sucesso.

Não há desculpas para os empresários

O empreendedorismo não é para todos, é verdade. Mas não por ser uma tarefa tão difícil que nem toda a gente consegue realizar, mas porque a maioria das pessoas, mesmo que tenham boas ideias, têm sempre desculpas na cabeça que as impedem de as realizar.

E com isto não queremos dizer que não seja completamente normal que, no momento em que começamos a considerar algo tão importante como o empreendedorismo, não comecemos a ter aquele feedback de pensamentos negativos que, em muitos casos, é gerado pelo nervosismo ou pelo medo de falhar.

Os empresários bem sucedidos atingem os objectivos encontrando as soluções e não as desculpas ou queixas.

Mas na mentalidade do empreendedor de sucesso deve existir sempre essa segurança e essa motivação que ele retira de si próprio, dos seus desejos, e que para os outros parecerá surgir do nada, para levar por diante os seus projectos, aconteça o que acontecer.

É importante aprender a distinguir o que seria uma desculpa causada pela aversão à mudança e o que pode tornar-se em razões autênticas que nos podem ajudar a tomar uma decisão enquanto empresários.

Sim, o empreendedorismo não tem a ver com ser à prova de fracasso, mas com saber identificar quando nos auto-sabotamos, ou quando existe um fator de risco e como dar a volta a esse risco com uma possível solução para seguir em frente.

female entrepreneur

O empreendedor detecta e aproveita as oportunidades.

A mentalidade empresarial deve estar preparada para ver para além do que qualquer outra pessoa poderia ver, e onde ninguém está a ver.

Um empreendedor criativo deve ser capaz de encontrar a sua própria mina de ouro e pô-la a funcionar para ser produtivo.

E isto é algo que não deve ser tocado apenas no momento em que se procura uma boa ideia para empreender, mas quando já se tem o projeto em curso, muitas vezes o empreendedor terá de aproveitar as oportunidades do dia a dia que o ajudarão a emergir.

Mas atenção, o difícil é que estas oportunidades podem surgir de qualquer lado, e embora possa visualizar um grande número de caminhos, a outra realidade é que tem de saber detetar aqueles que o levarão aos resultados que o empreendedor espera e aqueles que não o levarão, para não cair em situações que não deseja.

Em suma, os empresários bem sucedidos devem não só ser ágeis na deteção de oportunidades, mas também saber quais delas podem aproveitar, tendo em conta a direção que a sua empresa pode seguir depois de tomar uma decisão sobre o que pensa ser correto.

Normalmente, as oportunidades surgem quando ouvimos os clientes, analisamos a concorrência, observamos as tendências da indústria, descobrimos o que funciona noutros mercados ou indústrias, tudo o que fazemos pode trazer-nos à mente, ou colocar-nos perante, a oportunidade de dar um passo em frente.

Desenvolver uma mentalidade empresarial é como treinar no ginásio, o músculo vai crescendo à medida que é treinado, e os empresários de sucesso sabem-no.

Têm de continuar a desenvolver a sua mentalidade empresarial, criando rotinas saudáveis em torno de si próprios e das suas empresas.

O empreendedor planeia, mas sobretudo executa

Ter a ideia não é suficiente, nem apenas manter uma atitude positiva.

De facto, se se puser a analisar tudo o que lhe passa pela cabeça, pode descobrir que algumas dessas coisas podem ser uma boa ideia para um empreendimento… Mas então, o que é necessário?

Na mentalidade empreendedora, tem de haver algo mais para além da ideia, e é absolutamente necessário que conceba todo um plano que o ajude a tornar realidade o que foi captado na sua mente. E é aqui que muitos falham.

Este é um ponto que se liga automaticamente a tudo o resto. Por exemplo, no caso de não ter o orçamento para financiar o projeto, o empreendedor não o utiliza como desculpa, mas concebe um plano a executar para obter os fundos de que necessita.

Ou, no caso de algo não ter corrido como esperado, o empreendedor terá de elaborar um plano de negócios tendo em conta todos os resultados possíveis (bons ou maus) e, a partir deles, continuar a construir um processo empresarial.

É por isso que a sua mentalidade deve estar, em muitas ocasiões, à frente dos factos.

O empreendedor planeia, mas sobretudo executa, porque sabe que não haverá mais ninguém capaz de fazer o trabalho como ele.

E, mesmo que tenha uma equipa, continuará a ser da sua responsabilidade que o projeto que está a ser realizado seja bem sucedido, porque é a sua visão.

O empreendedor sabe que o empreendedorismo é uma maratona e não uma corrida de velocidade.

Por último, tal como em muitos outros aspectos da vida, o espírito empresarial não é uma corrida contra os outros, mas uma corrida contra si próprio, em que se procura ultrapassar todos os obstáculos que possam fazer cair a empresa, independentemente do tempo que seja necessário para se poder efetivamente reivindicar o sucesso do empreendedor.

A mentalidade empresarial deve estar preparada tanto para ter sucesso muito rapidamente, como para demorar muito tempo a chegar. Neste último caso, a pessoa deve também ser suficientemente forte para não desistir e continuar a melhorar a sua estratégia, se necessário, para atingir os objectivos que fixou.

De facto, em muitos casos, o primeiro objetivo definido pode não ser o último. Pode chegar a ela e aperceber-se de que existe outra para além dela. Como empreendedor, podemos ter a certeza de onde começamos, mas não de onde acabamos. E a ideia é não deixar que as coisas acabem.

Quem decide criar uma empresa de sucesso com uma ideia muito forte de que, desde o momento da abertura até daqui a um ano, terá o sucesso que espera, corre o risco de ficar desiludido. Se o fizerem, parabéns, mas se não o fizerem, isso não será sinónimo de fracasso.

É necessário compreender que criar uma empresa significa atingir objectivos dia após dia, que, no final, serão os que levarão os empresários bem sucedidos a olhar para trás e a perceber até onde chegaram.

portrait of a successful entrepreneur in his company

Como ter uma mentalidade de empreendedor?

Desenvolver uma mentalidade empreendedora é pensar em grande e sonhar em grande.

É acreditar que tudo é possível, e não se trata apenas de acreditar em si próprio, mas também de acreditar na sua visão. É preciso aprender a definir objectivos e a fazer planos para os concretizar.

Entre as características mentais de um empreendedor contam-se o facto de pensar fora da caixa e ser criativo.

É preciso ser capaz de ver um problema, analisá-lo e encontrar uma solução. A melhor maneira de aprender esta competência é fazer perguntas em que nunca pensou antes.

Ter uma mentalidade empreendedor é estabelecer uma rotina que funcione dia após dia para atingir os objectivos que garantirão a realização do que foi imaginado.

Começar pelas pequenas tarefas é uma das melhores formas de criar disciplina.

Os empresários precisam de aguentar e criar disciplina para poderem dar o respeito que merecem.

No início, é muito fácil desistir de um projeto, uma vez que o negócio não é sólido e, se o empreendedor não for resiliente, acabará por desistir e deixá-lo de lado.

A prática é o que vai construir e desenvolver a mentalidade empreendedora.

Sim, há livros que os empresários de sucesso lêem e que podem ajudar a aprender as ideias de outros empresários, mas para ter realmente um espírito empreendedor é necessária uma atitude positiva e resiliência para construir uma empresa de sucesso.

O empreendedorismo é uma mentalidade ou um processo?

Sim, o espírito empresarial é uma mentalidade que aplica um processo. não é algo que se possa aprender apenas lendo um livro de empreendedorismo ou comprando-o numa loja.

Se quer começar o seu próprio negócio, precisa de ter uma mentalidade empreendedora.

O espírito empresarial implica ter a mentalidade correcta, bem como identificar e desenvolver as competências necessárias para gerir uma empresa de sucesso.

Ou se tem ou não se tem, e não faz muito sentido tentar agir como um empreendedor quando não se é um.

A melhor coisa a fazer é aceitar o facto de que o empreendedor faz parte da sua identidade e viver a vida como se fosse um empreendedor (ou, pelo menos, fingir que é).

Os empresários são pessoas que vêem oportunidades em situações que outros não vêem.

O espírito empreendedor está dentro da pessoa e ela fará sobressair a sua personalidade para construir, a prazo, uma empresa de sucesso.

Ao longo do processo empresarial, o empreendedor tem de manter a sua mentalidade para trabalhar dia após dia, a fim de construir a sua grande ideia e transformá-la na empresa ou organização que pretende.

Assumem riscos e estão dispostos a gastar muito tempo e o dinheiro necessário para tornar as suas ideias realidade.

Embora os empresários possam ter o desejo, nem sempre precisam de ter as competências ou os recursos para serem bem sucedidos no início.

Mais sobre o Ecossistema Empresarial